Buscar
  • Colégio Santa Rosa

Atividades para incentivar o desenvolvimento de bebês e crianças


O fechamento de escolas, o distanciamento físico, uma nova rotina dos adultos e das crianças dentro de casa: a pandemia da COVID-19, mais conhecida como coronavírus, transformou a vida familiar no mundo todo e não foi diferente no Brasil. Sabemos que todas essas mudanças se apresentaram como um grande desafio, principalmente para as famílias com crianças pequenas. Por essa razão, reunimos atividades que poderão ser realizadas com os pais ou cuidadores, ou mesmo brincadeiras que as crianças possam fazer sozinhas. Sabia que você tem em casa o que é mais importante para o desenvolvimento das crianças na primeira infância (do nascimento aos 6 anos de idade)? Vamos te contar o quê:


Afeto: quando a mãe, o pai ou outro cuidador adulto demonstram afeto, carinho e sensibilidade às manifestações do bebê e/ou da criança (fome, sono, irritabilidade, entre outros), eles percebem que existe uma base segura na qual podem confiar e se sentem confortáveis, aceitos e protegidos. Capacidade de interagir e de se comunicar: ou seja, falar, cantar, responder, sorrir, olhar, ouvir a criança ou o bebê. A interação com o adulto ajuda o bebê e a criança a aprenderem a regular suas emoções em situações de estresse, a explorar o mundo com confiança e a aprender a se comunicar. Ajudar nas descobertas: quando você brinca ou incentiva uma brincadeira, quando você permite que a criança ou o bebê explore o lugar onde vive – mesmo que seja pequeno. Quando você mostra o mundo para ele, mesmo que seja da janela. Quando você o ajuda a nomear objetos que ele não conhece. Brincar: uma simples brincadeira estimula muito bebês e crianças. As brincadeiras devem ser consideradas pelos adultos como algumas das atividades mais sérias para as crianças. Quando brincam, elas aprendem muitas coisas sobre o mundo exterior e sobre como lidar com ele.


Então, nosso primeiro recado é calma. Você não é e nem precisa ser o professor dentro de casa e nem tentar ocupar ou substituir o lugar da creche e da pré-escola. O segundo recado é que promover a brincadeira, dar afeto, interagir e se comunicar com o bebê ou a criança é o que de melhor você pode fazer por eles neste momento para continuar incentivando o desenvolvimento em casa. O que mais eles precisam é de você junto deles neste momento. E nosso terceiro e mais importante recado: parabéns pelo que você tem feito até agora. De novo, sabemos o quanto esta situação é difícil e traz muita insegurança e desafios. Você já está fazendo o melhor para as crianças que estão com você e com este Guia poderá fazer ainda mais.

3 visualizações0 comentário